Vazamento de dados: como isso tem tirado o sono de todos nós!

O vazamento de dados é um problema grave, especialmente quando envolve informações sigilosas de clientes. Entre diretrizes e regras, adotar ou melhorar os protocolos de proteção e segurança é um desafio para a maioria das empresas.

Um levantamento feito pela SurfShark, empresa especializada em privacidade, mostra o ranking de países com mais ocorrências de vazamento de dados em 2022. O Brasil ocupa a 12ª posição, já que, somente no primeiro trimestre, foram registrados 286 mil casos de brasileiros que tiveram seus dados expostos na web.

Esse é um cenário preocupante que acende o alerta sobre a necessidade de investir na proteção de dados. Continue neste post e veja como melhorar e garantir a segurança das informações dos clientes da sua empresa!

O que é vazamento de dados?

A exposição de informações confidenciais na internet é caracterizada como vazamento de dados confidenciais, também chamado de data leak. Sendo assim, nesse cenário, seja acidental, seja intencional, tanto indivíduos quanto empresas ficam vulneráveis a possíveis ações de uso indevido desses dados.

Entre os principais dados passíveis de vazamento estão:

  • Credenciais de acesso – nome, senhas e datas;
  • Registros financeiros – contas bancárias, número de cartões de crédito e chave PIX;
  • Documentos pessoais – RG, CPF e carteira de habilitação;
  • Contatos – endereços, números de telefone e e-mail.

Como ocorre o vazamento de dados? 

O vazamento de dados geralmente ocorre no momento em que as informações são inseridas em sistemas, softwares, aplicativos, canais, entre outras. De modo geral, são episódios decorrentes da falha e fragilidade do sistema de segurança da informação adotado pela empresa.

A internet é precursora das alterações no comportamento do consumidor, o que obrigou as empresas a formularem seu modelo de negócios. Então, para atender às necessidades dos clientes e facilitar as aquisições, diversas soluções digitais foram desenvolvidas.

Com isso, para efetivar as transações de compra ou realizar um agendamento, por exemplo, é preciso informar dados. Dessa forma, é nesse momento que pode ocorrer o vazamento, em função dos ataques cibernéticos promovidos por hackers mal-intencionados. 

As práticas e estratégias utilizadas podem não ser suficientes para conter a ação de pessoas com grande conhecimento cibernético.

A violação dos dados vazados se configura como crime e tem origem em ações como:

  • Acesso a conta de usuários – senhas fracas, desprotegidas ou expostas;
  • Roubo de equipamentos – com dados confidenciais armazenados;
  • Códigos maliciosos (malware) – testam a vulnerabilidade sistêmica;
  • Furto de informações do sistema – repasse de dados a terceiros por funcionários ou ex-funcionários;
  • Erro de descarte – pen drives e CDs não eliminados da forma correta.

Qual o impacto de ter os dados vazados na web?

Os dados vazados na web podem ser usados pelos criminosos com diversas intenções, sobretudo para obter vantagens financeiras. Da abertura de contas bancárias, às transferências e contratação de empréstimos, o prejuízo pode ser grande.

Há também o risco de transferências de bens, extorsão por chantagem e aplicações de golpes se passando pelo usuário. Um dos exemplos populares é o uso do WhatsApp, em que o criminoso se passa pelo titular e realiza pedidos de dinheiro a parentes e amigos, alegando uma emergência.

Devido à praticidade de comprar produtos ou contratar serviços sem sair de casa, o ambiente online ganhou a preferência de um público diverso. No entanto, em sistemas desprotegidos, uma simples aquisição pode gerar uma grande dor de cabeça.

Case 

Em caso mais recente, a OpenAI, empresa dona do ChatGPT, se viu em situação delicada ao revelar que mais de 100 mil contas tiveram seus dados expostos. Diversos países foram afetados, entre eles o Brasil, com 6,5 mil contas que tiveram os nomes e senhas de usuários mostrados.

A empresa alega que não houve falha no sistema de proteção e que a responsabilidade sobre a segurança online é responsabilidade de cada usuário. Acredita-se que o vazamento ocorreu devido ao fato de os dispositivos dos usuários estarem infectados.

Com a ajuda dos malwares, os cibercriminosos conseguem roubar as informações que estão armazenadas nos navegadores. Assim, nomes de usuários, senhas, histórico de navegação, entre outros, são amplamente usados para cometer crimes.

Atualmente, mesmo com as melhores práticas de autenticação e autorização para a entrada de usuários no ChatGPT, os dados foram violados. Como forma de prevenção e proteção, a empresa orientou os usuários a escolher senhas fortes e instalar softwares verificados e confiáveis para inibir as ações e ameaças.

Quais são os principais desafios das empresas na segurança da informação?

Os principais desafios das empresas para a segurança da informação são:

  • Manter a segurança da informação;
  • Prevenir possíveis ataques;
  • Proteger os dados internos e de clientes;
  • Mapear os riscos para adotar medidas corretas.

Diariamente, uma infinidade de dados é gerada, coletada e armazenada pelos sistemas utilizados no processo de vendas ou prestação de serviços.

Vale lembrar que conforme a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), vigente desde 2020, foi criada com regras rígidas em relação ao uso de informações confidenciais. Sob o risco de punição severa em caso de descumprimento, a lei estabelece princípios, direitos e deveres na inclusão, alteração e armazenamento de qualquer dado.

Como minimizar os riscos de vazamento de dados?

A melhor maneira de contribuir para impedir o vazamento de dados e resguardar a empresa de problemas no futuro é investir na precaução. Portanto, a proteção dos usuários deve ser foco central das estratégias de segurança da informação, especialmente em empresas que mantêm um Contact Center ativo.

Em outras palavras, com pequenos cuidados, é possível colaborar para a tranquilidade e confiança dos clientes em relação ao ambiente online da empresa. 

Veja o que pode ser feito de imediato:

  • Orientação aos colaboradores sobre as normas da LGPD, bem como as boas práticas de uso e tratamento de dados;
  • Criação e atualização regular de políticas de segurança e privacidade para toda a empresa;
  • Utilização de senhas complexas, que contenham letras, número e símbolos, com alteração periódica;
  • Adoção de mecanismos de proteção em dispositivos móveis usados para acessar a base de dados;
  • Criação de usuário e senha para indivíduos autorizados a acessar determinadas informações;
  • Investimento em equipamentos que garantam a eficiência e segurança das soluções e aplicações tecnológicas na integração e uso de canais digitais;
  • Adesão a compliances de segurança e sistemas antifraude;
  • Uso da criptografia para dificultar o acesso de pessoas não autorizadas.

Acompanhamento e tecnologia são aliados

Sendo assim, o controle diário e efetivo, tanto sobre os acessos quanto sobre as tentativas de invasão, fornece elementos para análise e identificação de possíveis falhas. Os cibercriminosos continuam buscando meios de burlar os sistemas e tomar posse dos dados alheios.

É importante escolher bem as soluções e ferramentas tecnológicas usadas na gestão e atendimento da empresa. Dessa forma, antes de escolher, valide os recursos automatizados, conferindo se as funcionalidades atendem aos princípios de segurança da informação.

Um software que seja capaz de detectar mais facilmente uma possível ameaça, ao menor sinal de invasão, oferece custo-benefício de curto prazo. Afinal, para conter o vazamento de dados e não ter a credibilidade afetada junto aos clientes, é preciso andar um passo à frente. Isso significa ter inteligência tecnológica superior à dos invasores.

Gostou do post? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber direto na sua caixa de entrada nossos conteúdos atualizados sobre esse e outros assuntos!

Veja também:
Blog Escallo | Revolucione sua área de atendimento ao cliente Eleve a qualidade do seu atendimento com os conteúdos elaborados por nossa equipe de especialistas, estrategicamente projetados para impulsionar o seu atendimento. Acompanhe nossos conteúdos e revolucione seu negócio!

Sumário

Compartilhe

Assine a nossa newsletter.

Receba conteúdos e novidades do nosso blog gratuitamente.
Obrigado(a) por se inscrever em nossa newsletter! 😍
Prometemos enviar apenas o melhor conteúdo e manter você informado(a) sobre as últimas novidades.

Compartilhe

Assine a nossa newsletter.

Receba conteúdos e novidades do nosso blog gratuitamente.
Obrigado(a) por se inscrever em nossa newsletter! 😍
Prometemos enviar apenas o melhor conteúdo e manter você informado(a) sobre as últimas novidades.

Artigos

relacionados

Neste artigo, vamos explorar o mundo da cibersegurança, desde sua definição até os desafios que as empresas enfrentam, considerando, especialmente, o cenário brasileiro.
Quer saber como a empatia no atendimento ao cliente é importante, como e por que usá-la? Então, clique e comece a leitura deste artigo!
Confira, neste post, sobre os rumos da Inteligência Artificial no futuro e como as empresas devem se posicionar diante das discussões sobre o poder de construção ou destruição da aplicação em relação à inteligência humana!
Veja, neste post, como anda o mercado de tecnologia da informação e o que fazer para atrair, formar e reter os melhores talentos da sua empresa!