PDI em ação: do operacional ao estratégico, todos precisamos crescer!

Um dos principais desafios das empresas é reter talentos e dar continuidade aos projetos em andamento. É comum perder bons profissionais para a concorrência quando não há perspectiva de crescimento na carreira, por isso a importância do PDI ou Plano de Desenvolvimento Individual. 

Levando em conta que os colaboradores devem se sentir felizes e motivados para manterem um vínculo duradouro com a empresa, é essencial investir no desenvolvimento das habilidades e competências. 

Neste post, trazemos o conceito do PDI, como funciona, sua importância para empresa e colaboradores, além dos benefícios da implementação. Continue lendo e veja como criar um Plano de Desenvolvimento Individual eficiente e reter seus melhores talentos!

O que é PDI? 

É um plano estruturado para promover o desenvolvimento das habilidades e competências profissionais dos colaboradores. Seu principal objetivo é capacitar os talentos para ocupar as vagas e cargos certos, além de promover o crescimento na carreira.

Para isso, são feitos levantamentos que ajudam a identificar o que cada um precisa, alinhados à formação, conhecimento e experiência para avançar dentro da empresa. Como ferramenta, pode ser usada nas demandas de recrutamento e seleção, direcionando o processo de acordo com os perfis desejados.

O PDI facilita a análise das hard skills e soft skills específicas de cada cargo, bem como a identificação dos talentos mais apropriados para assumir determinadas responsabilidades.

Os quatro pilares do PDI são:

  • alinhamento — identificação do cenário atual comparado ao futuro no que diz respeito ao desempenho de cada profissional ativo ou desejado;
  • mapeamento — identificação das competências técnicas e comportamentais desejadas, dos pontos fracos e fortes, das especificidades e características de cada cargo e função;
  • estratégia — definição da aplicabilidade do PDI em meio à rotina dos colaboradores e nas etapas de avaliações dos processos seletivos;
  • acompanhamento — cada profissional é responsável por seu PDI, porém a empresa deve acompanhar de perto todo o envolvimento e evolução, dando suporte em toda a jornada.

Qual a importância do Plano de Desenvolvimento Individual?

Para estruturar o PDI é preciso fazer um levantamento, dentro de cada perfil, do que pode e deve ser aprimorado. Com foco no crescimento e desenvolvimento individual, a empresa só tem a ganhar com profissionais mais preparados e prontos para velhos e novos desafios. 

Uma empresa só terá profissionais de alta performance se der condições de trabalho, o que inclui capacitar o time de acordo com suas necessidades. O PDI é personalizado e pontual, porém, seus resultados impactam positivamente o coletivo.

Desenvolvendo diferentes competências em cada indivíduo, a empresa se antecipa para obter e fomentar as colaborações individuais — ideias e sugestões — durante a criação e desenvolvimento dos processos e projetos. 

Nesse contexto, o PDI, como ferramenta estratégica, favorece a empresa e gera maior satisfação na força de trabalho. Ao passo que as lideranças conseguem ter base para reconhecer as potencialidades e estimular o aprimoramento, os colaboradores enxergam a oportunidade de ter seus talentos reconhecidos, sentindo-se mais valorizados e pertencentes. 

O PDI ajuda a resolver questões e problemas que envolvem o aproveitamento do capital humano. Durante o processo de desenvolvimento é comum perceber que um profissional deve ocupar um cargo e exercer funções diferentes do atual e ser mais bem aproveitado. 

De modo geral, sua estruturação permite definir objetivos e metas de carreira, de acordo com o que a empresa pode oferecer em contrapartida. O plano mostra a relação de expectativa e realidade tanto da empresa quanto do profissional. 

Se por um lado a empresa deve ter condições de reter um profissional com habilidades e competências acima da média, por outro é possível que muitos colaboradores não demonstrem interesse nessa evolução e sejam, naturalmente, desmembrados. 

Pode-se dizer que o PDI colabora para a uniformização e alinhamento dos times conforme a cultura organizacional. Uma maneira eficiente de mensurar o nível de engajamento e motivação, avaliar a produtividade dos colaboradores e melhorar o planejamento dos processos seletivos.

Quais são benefícios do PDI para profissionais e empresa? 

Como ferramenta que pode ser aplicada a qualquer momento, independentemente de um problema ou demanda específica, o PDI tem um propósito positivo. Aplicável em todas as áreas e com elevado nível de aceitação, já que é um instrumento de valorização, sua utilização gera benefícios:

  • maior proximidade entre gestores, lideranças e equipes;
  • aumento da produtividade e engajamento;
  • colaboradores mais motivados;
  • estímulo ao cumprimento de objetivos e metas;
  • promoção de um clima organizacional favorável à diversidade e ao coletivo;
  • alinhamento de ideias;
  • desenvolvimento prático de habilidades e competências;
  • redução do absenteísmo e do turnover;
  • mais eficácia na gestão de pessoas.

Como implementar o Plano de Desenvolvimento Individual?

O PDI é uma ferramenta que, por mais que não apresente uma regra de aplicação, tratando-se de prazo ou melhor momento, exige um mínimo de planejamento. Para que os resultados sejam positivos para todos os envolvidos, alguns passos importantes são necessários antes de iniciar o processo.

Veja um passo a passo simples e prático para montar o PDI na sua empresa!

Defina os objetivos

O primeiro passo é escolher um direcionamento para a elaboração e aplicação do plano, ou seja, saber exatamente onde a empresa deseja chegar. O PDI deve ser aplicado de acordo com o nível de desenvolvimento que a empresa deseja para o negócio e, consequentemente, para os seus colaboradores. 

A definição dos objetivos influencia no prazo médio de aplicação, escolha das ferramentas, métodos utilizados e resultados almejados.

Identifique as necessidades individuais

Cada colaborador tem necessidades diferentes, mesmo quando ocupam o mesmo cargo ou exercem funções correlatas, e o plano tem várias formas de aplicação. 

A melhor forma de personalizar o PDI é realizar uma avaliação de desempenho com todos os colaboradores da empresa, um processo que vai mapear e apontar em que nível está cada profissional e quais serão as possíveis dificuldades ao longo da jornada de aperfeiçoamento.

Escolha a ferramenta certa

As ferramentas e recursos utilizados para colocar o PDI em prática podem gerar resultados mais ou menos consistentes. Um dos instrumentos mais comuns é o 5W2H. 

O método consiste em perguntas e respostas que revelam insights importantes, direcionando as ações para os objetivos definidos no início. Veja como funciona!

Método 5W2H 5W What → O quê Why → Por quê Where → Onde When → Quando Who → Quem 2H How → Como How much → Quanto custa

Ao final, os critérios serão mais claros sobre como auxiliar os colaboradores no autodesenvolvimento, por meio de questionamentos como:

  • o que precisa ser feito;
  • principal motivação;
  • onde;
  • em qual prazo;
  • quem fará.

Avalie os resultados incluindo pontos negativos e positivos

Os pontos fortes devem ser mantidos ou aprimorados, enquanto os pontos fracos demandam correções ou ajustes. Somente os resultados são capazes de mostrar, efetivamente, o que está bom e o que pode ser melhorado.

Cabe à empresa, sob o comando de um RH estratégico, estabelecer uma comunicação clara com os colaboradores sobre o que se espera do PDI. Entre habilidades técnicas e comportamentais, todos precisam saber que serão avaliados com o propósito de melhoria.

O convite aos talentos para investir em seu próprio desenvolvimento deve ser envolvente, mostrando os benefícios do PDI de curto a longo prazo. A empresa que se preocupa com o bem-estar e crescimento da sua base de talentos tem muito mais a ganhar do que aquelas que focam na produtividade e lucro a qualquer preço.

Se você gostou deste post, então aproveite para conferir mais um artigo, dessa vez sobre os impactos do feedback positivo na motivação dos colaboradores e resultados da sua empresa!

Veja também:
Blog Escallo | Revolucione sua área de atendimento ao cliente Eleve a qualidade do seu atendimento com os conteúdos elaborados por nossa equipe de especialistas, estrategicamente projetados para impulsionar o seu atendimento. Acompanhe nossos conteúdos e revolucione seu negócio!

Sumário

Compartilhe

Assine a nossa newsletter.

Receba conteúdos e novidades do nosso blog gratuitamente.
Obrigado(a) por se inscrever em nossa newsletter! 😍
Prometemos enviar apenas o melhor conteúdo e manter você informado(a) sobre as últimas novidades.

Compartilhe

Assine a nossa newsletter.

Receba conteúdos e novidades do nosso blog gratuitamente.
Obrigado(a) por se inscrever em nossa newsletter! 😍
Prometemos enviar apenas o melhor conteúdo e manter você informado(a) sobre as últimas novidades.

Artigos

relacionados

As mad skills são habilidades acima da média usadas na vida pessoal como hobby e promoção da satisfação e bem-estar. Veja, neste post, como aproveitar essas características para melhorar o desempenho na empresa e favorecer o crescimento profissional!
O que é e como funciona o feedback positivo, quais as vantagens e como implementar a importante ferramenta de gestão na sua empresa!
As mad skills são habilidades acima da média usadas na vida pessoal como hobby e promoção da satisfação e bem-estar. Veja, neste post, como aproveitar essas características para melhorar o desempenho na empresa e favorecer o crescimento profissional!
Veja, neste post, quais são os benefícios de ter um setor comercial estruturado e preparado para lidar com as dores e necessidades do cliente com o objetivo de conquistar sua confiança e gerar resultados positivos para a empresa!